Saturday, June 18, 2011

Dorneles Treméa, o grande Déo

Hoje é aniversário do Déo: #dornelesday.

Tive o prazer de conhecer o Déo em 2002, no primeiro sprint de Zope do Brasil (talvez o primeiro sprint de todos os tempos no Brasil? Se não, foi um dos primeiros).

O Déo era um dos brilhantes imberbes que tinham criado a X3NG, uma das duas primeiras empresas especializadas em Python e Zope no Brasil. Eu era o barbudo que tinha criado, junto com outro imberbe, a outra empresa brasileira focada em Python e Zope na época, a Hiperlógica.

Nos próximos 5 anos assisti meio de longe a carreira meteórica do Déo, de pequeno empreendedor em Caxias do Sul a hacker internacional disputado pelas mais importantes empresas de Plone do mundo (ele trabalhou nas empresas dos dois líderes do projeto Plone). Ao pesquisar como se fazia alguma coisa com Plone, vira e mexe a gente era guiado pela inteligência e generosidade do Déo, na forma de muito código em repositórios, mensagens em listas, e dicas no IRC. Eu nunca fui grande frequentador do IRC, e sei que isso me privou de muito contato com o Déo. Felizmente a gente sempre se via nos eventos comunitários: FISL e PythonBrasil. Era uma alegria encontrar o Déo ao vivo, sempre sorridente, carinhoso com os amigos, grande contador de estórias. Agora estou me emocionando ao lembrar de sua voz e seu sotaque da serra gaúcha.

Em 2007, criamos a Associação Python Brasil, junto com vários amigos e colegas da comunidade. Com isso, aumentaram muito as oportunidades de encontrar o Déo virtualmente. Ele foi o nosso primeiro diretor administrativo, e fomos companheiros nas longas batalhas com a burocracia nacional até conseguirmos um CNPJ e uma conta bancária para finalmente concretizar a APyB. Não é mera coincidência que a sede jurídica da APyB seja em Caxias do Sul: sem o Déo, o que levou quase dois anos talvez levasse cinco (e até hoje não teríamos uma conta no banco!). Para mim uma das melhores coisas de participar da gestão da APyB era poder colaborar com o Déo. Todo mundo sabe que o Déo era o parceiro ideal para qualquer empreitada: ponta firme, positivo, safo no melhor sentido. Com ele não tinha tempo ruim, prazo curto demais e nem problema sem solução.

Foi também em 2007 que o Déo fez uma palestra inesquecível na PythonBrasil em Joinville. O tema era simplesmente "Empreendedorismo", e foi a melhor aula sobre o assunto que eu já vi. Um depoimento franco e cheio de humor, deixando claro o seguinte: não basta ser inteligente e ter conhecimento, é preciso muita persitência e garra para dar certo como empreendedor, e essas coisas o Déo também tinha de sobra. Se você pensa ou já pensou em ser empreendedor, corra e assista agora.

Esse post do blog do Déo em 2007 é uma boa amostra de quem foi esse cara.

Foi um choque para mim quando o Érico me contou que o Déo tinha sofrido um acidente de carro e não tinha resistido. Até hoje pensar nisso me dá um nó na garganta. Eu não convivi com o Déo nem 1% do que gostaria, mas o convívio que eu tive foi maravilhoso. Nesses 9 anos de contato em doses homeopáticas, o Déo deixou de ser imberbe, e este barbudo aqui aprendeu muito com ele.

Tenho certeza que o Dorneles nunca será esquecido. Ele tocou de forma muito intensa e muito positiva muita gente. Para mim, foi uma das pessoas mais inspiradoras com quem pude conviver. Um grande abraço, Déo.

1 comment:

Unknown said...

The most enduring symbol of the Norse - titanium arts
› tj-metal-arts › tj-metal-arts The most https://vannienailor4166blog.blogspot.com/ enduring symbol of the Norse - titanium filmfileeurope.com arts · 출장안마 The poormansguidetocasinogambling.com most enduring symbol of the Norse - titanium arts · The most enduring symbol of the Norse - titanium arts. titanium ring